Gazeta de Muriaé
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
A Polícia Civil de Minas Gerais desvendou o latrocínio, roubo seguido de 
morte, cometido no dia 10 de setembro, na cidade de São Geraldo, que 
vitimou Geralda Tereza Franklin, de 71 anos. Após investigações, 
policiais civis de Visconde do Rio Branco e Piranga cumpriram, nessa  
quarta -feira (28), mandados de prisão temporária expedidos em desfavor 
de quatro suspeitos, com idades entre 21 e 26 anos.

Conforme informações do titular da Delegacia de Visconde do Rio Branco, 
Delegado Aldrey Toledo Ribeiro, após diligências, o homem de 26 anos se 
apresentou ontem (28) na Delegacia, acompanhado de um advogado. Os 
outros dois investigados, de 21 e 22 anos, também foram presos na cidade 
de Porto Firme e confessaram a prática do crime. O suspeito de 25 anos 
já se encontrava preso na cidade de Visconde do Rio Branco pela prática 
de outro delito. "Na oportunidade, foi dado cumprimento ainda a mandados 
de busca e apreensão na residência dos suspeitos, na cidade de Porto 
Firme, sendo apreendidos os celulares dos investigados. Após as cautelas 
de praxe, os suspeitos foram encaminhados ao Sistema Prisional, onde 
permanecem à disposição da Justiça", informou.

Ainda conforme o Delegado, o homem de 25 anos permaneceu em silêncio, já 
o suspeito de 26 anos negou envolvimento, mas as investigações apontam 
que ele teria passado a informação de que a vítima teria dinheiro em 
casa.  "O inquérito policial está em fase final de investigação na 
Delegacia de Visconde do Rio Branco, aguardando o cumprimento de algumas 
diligências e juntada de laudos periciais", concluiu.

Comentários nesse artigo



Gazeta de Muriaé
HPMAIS